Regras Oficiais de Julgamento de Espadas (“Xiphophorus hellerii”)

Regras Oficiais de Julgamento de Espadas (“Xiphophorus hellerii”)

Introdução:

Tendo em vista o recente crescimento da criação de espadas (“Xiphophorus hellerii”) por parte de criadores hobbyistas de todo o Brasil com intenção de melhoramento genético e exposições (Fancy Show Swordtails), surgiu a necessidade da padronização de uma regra para nortear as criações em um sentido e consequentemente criar um padrão de excelência de qualidade para seleção de novos reprodutores e para julgamento em concursos em todo Brasil. Como consequência de tal, o melhoramento das características destes peixes irão surgir. Esta ainda não é uma regra totalmente completa e máxima, podendo assim ser modificada e atualizada para futura melhoria e adequação às criações brasileiras.

Última atualização: 20 de maio de 2016

1 – Condições para o peixe poder entrar em uma exposição para julgamento:

  • Ser nascido e mantido na criação do criador que o expor;

  • Possuir no mínimo 5 centímetros de corpo, tanto para machos quanto para fêmeas;

  • Possuir no mínimo 4 centímetros de cauda (contando a espada), para machos;

  • O criador/expositor deverá concordar que não serão feitos julgamentos genéticos (genética não será de forma alguma julgada). O julgamento será feito baseando-se única e exclusivamente no fenótipo do peixe a ser julgado.

  • O criador/expositor deverá concordar com todas as regras aqui impostas para o julgamento de seus peixes.

2 – Classes de cor abertas para exposições, para machos de olhos negros (observando todas as cores, de todas as regiões do peixe):

Tuxedo: Qualquer cor com marcação tuxedo no corpo.

Wagtail: Qualquer cor com nadadeiras negras.

Dominó: Qualquer cor com marcação dominó (exceto showas).

Pineapple: Qualquer cor com marcação ananás.

Black: Qualquer tonalidade de corpo negro (100% negro).

Koi: Qualquer koi bicolor.

Tricolor: Quaisquer três cores juntas que não se encaixem nas demais classes.

Mármore: Qualquer cor com marcação mármore no corpo.

Red/Orange: Qualquer tonalidade de vermelho ou laranja sem infiltração de outra cor.

Marigold: Qualquer tipo de coloração marigold.

AOC: Qualquer outra cor que não se encaixe nas demais classes.

3 – Classes de cor abertas para exposições, para machos de olhos vermelhos (observando todas as cores, de todas as regiões do peixe):

Albino: Qualquer albino que apresente uma única cor.

Albino Bicolor: Qualquer albino que apresente duas cores.

Albino Tricolor: Qualquer albino que apresente três cores.

AOC Albino: Qualquer albino que não se encaixe em nenhuma das demais classes.

4 – Todos os formatos de nadadeira serão aceitos nas exposição para machos (Hi – Fin, Low – Fin e Lyra). Hi – Fins (dorsal alta) e Low – Fins (dorsal baixa) deverão ser julgadas juntas. Lyras deverão ser julgadas separadamente. Então, teremos duas classes para cada uma das classes de cor, como por exemplo:

  • Tuxedo ( para tuxedos Hi – Fins e Low – Fins);

  • Tuxedo Lyra ( para tuxedos com nadadeiras com formato lyra) .

  • Wagtail (para wagtails Hi – Fins e Low – Fins);

  • Wagtail Lyra (para wagtails com nadadeiras com formato lyra).

Etc.

Observação: O tamanho do gonopódio dos machos não será julgado e não deverá influenciar, em hipótese alguma, o resultado final do julgamento.

5 – Classes de cor abertas para exposições, para fêmeas (observando todas as cores, de todas as regiões dos peixes):

AOC: Qualquer cor úncia, com olhos negros.

Bicolor: Quaisquer duas cores juntas, com olhos negros.

Tricolor: Quaisquer três cores juntas, com olhos negros.

AOC Albino: Qualquer cor única, com olhos vermelhos.

Bicolor Albino: Quaisquer duas cores juntas, com olhos vermelhos.

Tricolor Albino: Quaisquer três cores juntas, com olhos vermelhos.

Observação: Também deverão haver duas classes de cada cor para fêmeas, assim como nos machos, onde haverá uma para Hi – Fins e Low – Fins e outra para Lyras. Raios alongados nas nadadeiras anais não deverão ser julgados e portanto, não deverão, em hipótese alguma, influenciar no resultado final do julgamento.

6 – Deverão ser observadas e julgadas, por juízes competentes e indicados por uma comissão de arbitragem ( no mínimo 2 juízes) as seguintes características e serem atribuídas tais pontuações, seguindo a seguinte “tabela”, tanto para machos, quanto para fêmeas:

Corpo                     Dorsal                    Cauda/Espada

 

Tamanho               8 pts                        12 pts                       7 pts

 

Cor                         8 pts                         12 pts                       7 pts

 

Formato                5 pts                         10 pts                      5 pts

 

Condição             4 pts                           5 pts                        4 pts

Total:                   25 pts                        39 pts                       23 pts

 

Comportamento: + 5 pts

Simetria: + 8 pts

A pontuação total é de 100 pontos (peixe perfeito) e o mínimo que o peixe deverá conseguir para poder ser pontuado é 60 pontos. O tamanho mínimo de corpo é de 5 centímetros para machos e fêmeas. E o tamanho mínimo para cauda/espada para machos e/ou lyras (machos e fêmeas) é de 4 centímetros. Quanto maior o peixe, mais pontuação de tamanho ele deverá receber.

Cor quanto mais intensa e densa, melhor.

A condição a ser observada tem a ver com machucados, falhas, bactérias, etc.

Comportamento diz respeito ao peixe conseguir nadar corretamente e etc.

Simetria deve ser observada (padrão geral do peixe).

Os formatos deverão ser observados segundo as ilustrações abaixo:

1

            Para julgamento de formato de dorsal alta (Hi – Fin), deverá ser observado o seguinte esboço, onde 1º seria o formato próximo ao ideal, e 4º o pior:

2

Para julgamento de Low – Fins, quanto maior a quantidade de raios, melhor. Porém, um Low – Fin nunca poderá receber mais pontos de tamanho de dorsal que qualquer Hi – Fin.

Para julgamentos de Lyras (tanto machos quanto fêmeas), as duas espadas na cauda devem ser o mais simétricas possível, tendo ambas, no mínimo 4 centímetros de comprimento.

Qualquer dúvida de julgamento que possa surgir, deverá ser discutida por uma comissão de arbitragem. Após consenso, tal informação severa ser acrescentada a este “livro”.

Escrito por Elzio Leal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *